Produtos para Ligeiros / Van / 4x4

Reparação de pneus

Reparação de pneus

O que pode ou não ser reparado num pneu furado

Alguns factos: Quando um pneu já não pode ser reparado

  • A profundidade do piso é inferior aos 1,6 mm do limite previsto na lei;
  • A borracha está quebrada, desgastada ou deteriorada;
  • Se o tamanho do furo for igual ou superior a 6 mm de diâmetro;
  • Se o furo estiver localizado fora da área do piso e na parede lateral;
  • A integridade estrutural do pneu está comprometida ou existem danos por circulação sem pressão;
  • Por razões de segurança, a Continental nunca recomendaria a reparação do pneu, mas sim a sua substituição.

Certo, tem um furo num ou mais dos seus pneus. Pode acontecer. A reparação é uma opção a ponderar, em vez da compra de um pneu novo, mas os condutores devem saber em que medida é legalmente admissível efetuar a reparação.

A legislação na maior parte dos países define de forma estrita a classificação de materiais de reparação e o número de reparações permitidas num pneu. Estes regulamentos são necessários para garantir a segurança de todos os utilizadores das estradas.

Em síntese, os trabalhos de reparação de pneus não são admissíveis quando:

  • A profundidade do piso é inferior ao limite de 1,6 mm previsto na lei;
  • A integridade estrutural do pneu está comprometida ou existem danos por circulação sem pressão;
  • A borracha está quebrada, desgastada ou deteriorada;
  • Existem danos provocados por um objeto externo;
  • Os cordões estão expostos;
  • Existe algum sinal de reparações incorretas feitas no passado.

A localização precisa do furo é também um fator decisivo. As regras estabelecem que as reparações de pneus não podem ir além dos três-quartos centrais do piso, conhecidos como “área de pequena reparação”.

Além disso, se o tamanho do furo for igual ou superior a 6 mm de diâmetro, a reparação não é, simplesmente, permitida. A única alternativa dos condutores é investir num pneu novo.

Os furos na parede lateral podem ser reparados?

Numa palavra, não. Mais concretamente, um furo ocorrido fora da área de “pequena reparação” não pode ser corrigido devido à sua proximidade com a parede lateral.

A parede lateral é excluída por uma razão simples. Quando o pneu é utilizado no quotidiano, esta secção é sujeita a uma tensão significativa. Quaisquer tentativas de reparação nesta área poderiam enfraquecer a integridade estrutural do pneu.

Acresce que a parede lateral é a zona que sofre maior flexão no pneu. É pouco provável que um remendo aplicado nesta área fique no seu lugar durante muito tempo, o que provocará mais uma falha do pneu.

Um outro aspeto relacionado com a parede lateral é o facto de, para poder recuperar um pneu, se dever evitar conduzir com o pneu vazio. A pressão de ar mantém a forma do pneu durante a condução; quando essa pressão se perde, a parede lateral é apertada entre a jante e a estrada, pelo que continuar a conduzir alarga os danos para além da área de pequena reparação.

Por outras palavras, não deve conduzir com um pneu vazio enquanto o furo está na área de pequena reparação (e é, portanto, reparável). A parede lateral do pneu pode sofrer danos adicionais que impossibilitariam a sua reparação. O melhor a fazer é pedir que o veículo seja rebocado ou trocar o pneu furado pelo sobresselente até chegar à oficina mais próxima.

Onde Comprar

Substituição dos pneus

Here's a simple tip to determine the age of your tires; it's written on the sidewall

Quanto tempo durarão os seus pneus antes de precisar substituí-los?

Ler mais

Danos nos pneus

Causes and types of tire damage

Os pneus podem ficar danificados e pode acontecer sem o condutor se aperceber do problema. Explicamos os sinais e sintomas que ajudam a diagnosticar o problema.

Ler mais

Reciclar os pneus

A second life for old tires

Aprenda como os pneus são reciclados com responsabilidade.

Ler mais