Produtos para Ligeiros / Van / 4x4

Precisa destas dicas de cuidados com os pneus para ter uma viagem segura e sem surpresas.

Viagem de férias

Lista de verificações para uma viagem na estrada sem preocupações

Dicas de preparação de viagem

  • Viaje com a pressão adequada nos pneus para otimizar a eficiência de combustível e o desempenho.
  • Verifique a profundidade do piso; a Continental recomenda uma profundidade mínima do piso de 3 mm para uma segurança ideal nos pneus de verão e de 4 mm nos pneus de inverno.
  • Não sobrecarregue o carro, verifique qual a capacidade de carga máxima na documentação do veículo.
  • Antes de fazer uma viagem, verifique a pressão do pneu sobresselente e outros aspetos relevantes.
  • Viajar quando se sente cansado é perigoso. Faça pausas regulares em viagens longas.

Para quem gosta de conduzir, não há nada mais divertido do que fazer uma viagem de carro épica.

Retira-se uma alegria indescritível do cenário ondulante, dos locais encantadores e, claro, da liberdade da estrada. Mas como tudo na vida, é importante que esteja preparado para imprevistos quando viaja. Uma rápida inspeção dos pneus do seu carro, por exemplo, poderá evitar uma interrupção desnecessária no seu itinerário.

Portanto, quer esteja a viajar sozinho, ou a percorrer a autoestrada com bons amigos ou ainda a aproveitar umas férias escolares com a sua adorada família, siga estes conselhos úteis para se certificar de que chega ao seu destino relaxado e ileso.

Viaje com a pressão adequada nos pneus

Porque é que é tão importante verificar a pressão dos seus pneus? Porque os pneus devidamente calibrados têm uma ligação direta à eficiência de combustível. Existe menor resistência ao rolamento, o que equivale a um menor consumo de combustível ao longo da sua viagem. Também são mais seguros e mais duradouros – há menos hipóteses de rutura ou de desgaste irregular do piso – acabando por permitir-lhe poupar dinheiro.

O conselho habitual consiste em verificar a pressão dos pneus a cada duas a quatro semanas, especialmente antes de começar uma longa viagem de carro. Faça a medição quando os pneus estão frios (ou seja, quando não conduz o carro há pelo menos três horas).

Qual é a pressão adequada para os pneus? Essa informação está presente no manual do proprietário do veículo, por baixo do tampão do bocal de abastecimento de combustível ou na porta do lado do condutor. A pressão dos pneus deve ser idêntica para os dois pneus do mesmo eixo, mas pode ser diferente entre o eixo dianteiro e o traseiro. Depois de os encher com ar, não se esqueça de apertar bem as tampas das válvulas; assim, protegerá a válvula de resíduos e evitará fugas de ar. Se a tampa de uma válvula se perder, deve ser substituída imediatamente.

Outro elemento a ter em conta é o Sistema de Monitorização da Pressão dos Pneus (TPMS) que faz parte do equipamento de série nos carros mais recentes. O TPMS emitirá um aviso se a pressão descer 25 por cento abaixo da pressão recomendada pelo fabricante do veículo. Na maior parte dos casos, uma descida ligeira da pressão não ativa uma luz de alerta, pelo que a perda de poupança de combustível não será imediatamente detetada. Também por isso, os condutores devem verificar por si mesmos a pressão dos pneus a cada duas a quatro semanas.

A profundidade do piso adequada

Uma profundidade do piso adequada é essencial para evitar a aquaplanagem em tempo chuvoso. O mínimo estabelecido por lei é de 1,6 mm na maioria dos países, embora a Continental recomende uma profundidade mínima de 3 mm para uma segurança ideal nos pneus de verão e de 4 mm nos pneus de inverno. Os indicadores de desgaste do piso nos sulcos do pneu alertá-lo-ão quando chegar a altura de uma substituição.

Esteja também atento a sinais de desgaste irregular do piso. Quando o desgaste é irregular, a capacidade de aderência do piso à estrada em condições adversas diminui. Procure zonas demasiado lisas, zonas altas e baixas ou quaisquer sinais de danos. Também é aconselhável verificar se as paredes laterais dos pneus têm fendas, cortes, saliências ou outras irregularidades.

Se for necessário substituir um (ou mais) dos seus pneus, certifique-se de o pneu novo tem o mesmo tamanho, tipo e categoria de velocidade dos pneus que vieram no veículo como equipamento de origem. Esses dados encontram-se na parede lateral do seu pneu atual ou no manual do proprietário.

Verifique o alinhamento das rodas

Embateu nalgum buraco ou passeio recentemente? Este tipo de movimentos bruscos inesperados pode desalinhar as rodas e prejudicar os seus pneus. Rodas desalinhadas provocam desgaste excessivo e irregular no piso e terão de ser corrigidas por um técnico de pneus.  

Mande verificar o alinhamento das rodas periodicamente como parte da sua rotina de manutenção do veículo, por exemplo quando efetuar a mudança dos pneus de verão para os de inverno, ou caso detete sinais de aviso tais como vibração excessiva quando conduz a alta velocidade.

Rotação dos pneus antes de viagens

A rotação regular dos pneus num veículo ajudará a que o piso tenha um desgaste mais uniforme e prolongará a vida dos seus pneus. Isto significa que poderá fazer mais algumas viagens em rotas panorâmicas todo-o-terreno antes de ter de investir num novo conjunto de pneus. A recomendação normalizada para a rotação dos pneus é aproximadamente a cada 8.000 – 13.000 quilómetros.

No entanto, se verificar desgaste irregular num ou mais pneus, deve pedir ao seu revendedor local de pneus que verifique se existem quaisquer desalinhamentos, desequilíbrios ou outras causas possíveis antes de proceder à sua rotação.

Não sobrecarregue o veículo

Quando se planeia aquela viagem de carro especial em família, existe a tendência para encher a bagageira do carro com imensa bagagem. Quer seja uma tenda para um parque de campismo ou uma cesta de piquenique para um parque nacional, não se quer esquecer de nada. O problema é que a sobrecarga do veículo pode encurtar a vida dos seus pneus. E cada 90 kg de peso adicional pode reduzir a economia do combustível até 0,42 km por litro. Portanto, verifique qual a capacidade de carga máxima do veículo na documentação do proprietário.

Preparação do pneu sobresselente

E por falar na bagageira, também é lá que se encontra o seu pneu sobresselente. Antes de começar uma viagem de carro, inspecione cuidadosamente a pressão e outros elementos do pneu sobresselente. Se o pneu sobresselente estiver na bagageira há bastante tempo, poderá ter de ser substituído. Isto acontece porque a idade do pneu pode prejudicar o seu desempenho; a borracha pode ter ficado rachada e quebradiça, por exemplo.

Faça pausas regulares em viagens longas

Viajar quando se sente cansado é perigoso. Quando está cansado da viagem, é provável que fique menos atento a potenciais perigos como buracos, detritos na estada e paragens e arranques repentinos no tráfego. Qualquer uma destas situações pode causar problemas aos seus pneus ou meso provocar uma colisão com outro carro.

Ninguém quer passar as suas preciosas férias a olhar para a traseira de um reboque, portanto certifique-se de que faz pausas e paragens regulares para descansar e tomar um café e petiscar. Se necessário, pernoite num hotel que fique perto da estrada. A sua segurança e a dos seus passageiros é fundamental para uma viagem de carro bem-sucedida.

Encontre o seu pneu

O caminho mais rápido para o pneu perfeito.

Condução em estradas sinuosas

Para estar seguro em estradas com curvas, deve evitar o excesso de velocidade.

Uma técnica útil para estradas ventosas.

Ler mais

Condução na neve

O que fazer quando há neve e gelo na estrada.

Ler mais

Condução com chuva intensa

Quando o tempo de chuva chega, as condições de condução alteram-se.

Ler mais