Produtos para Ligeiros / Van / 4x4

A modern tire is made from many components. Follow the tire manufacturing process step by step.

Produção de pneus

Como se produz um pneu

Um pneu é uma combinação complexa de componentes feitos com vários ingredientes. Mas como passamos da árvore-da-borracha para a estrada? A produção de pneus é um processo com várias etapas. Vamos acompanhar um pneu Continental em todas as cinco fases essenciais do fabrico de pneus:

  • Aquisição de materiais e produção de compostos
  • Fabrico de componentes
  • Construção do pneu
  • Vulcanização
  • Controlo de qualidade


1ª Fase: Ingredientes de qualidade para fazer compostos essenciais

Vários ramos da indústria abastecem a indústria de fabrico de pneus com matérias-primas, que são usadas para criar os compostos necessários.

Aço. A indústria do aço fornece aço de alta resistência. Isto serve como matéria-prima para o fabrico de cintas de aço (cordão de aço) e de armaduras do talão (cabo de aço).

Produtos químicos. A indústria química é um importante fornecedor de ingredientes para pneus. Em particular, borracha sintética e materiais usados para reduzir o desgaste, aumentar a aderência e estender a vida útil de um pneu.

Borracha natural. A borracha é extraída de árvores especiais cultivadas em grandes plantações. O fluido leitoso (látex) que flui coagula quando se adiciona ácido. Em seguida, é limpo com água e prensado em fardos sólidos para facilitar o transporte e armazenamento.
Os fardos de borracha natural e sintética são seccionados, cortados em porções, pesados e misturados com outros ingredientes de acordo com receitas precisas. São utilizados até doze compostos de borracha diferentes em pneus para automóveis de passageiros modernos.

Têxteis. A indústria têxtil fornece materiais básicos (fibras de raiom, nylon, poliéster e aramida) para o fabrico de cordões que servem de reforço dos pneus.


2ª Fase: Fabrico de componentes

Cordão de aço. O cordão de aço pré-tratado fornecido em bobinas de arame é inserido numa calandra, onde é embutido em uma ou mais camadas de borracha. O resultado é uma folha contínua de cordão e borracha. Corta-se, então, num ângulo definido com o comprimento correto de acordo com o tamanho do pneu e enrolado para posterior processamento.

Banda de rodagem. O material de borracha que foi misturado está agora pronto para ser transformado na banda de rodagem. Uma extrusora de parafuso molda a borracha numa faixa sem fim de banda de rodagem. Após a extrusão, o peso por metro é verificado e a banda de rodagem arrefecida por imersão. A banda de rodagem é cortada ao comprimento para o tamanho do pneu. É, então, executado outro controlo de peso unitário.

Cordão têxtil. É colocada na calandra uma série de fios têxteis através de um grande dispositivo de rolo, que são depois embutidos numa fina camada de borracha. Esta folha sem fim é então cortada na largura desejada num ângulo de 90° em relação à direção de deslocamento e rebobinada para processamento posterior.

Talão de aço. O núcleo do talão é feito de muitos fios de aço em forma de anel. Cada um deles tem o seu próprio revestimento de borracha. Este formato é, então, preenchido com borracha.

Parede lateral. As secções da parede lateral cortadas para se adequar ao tamanho específico do pneu são removidas com a extrusora.

Revestimento interno. Uma calandra forma o revestimento interior hermético numa camada larga e fina.

3ª Fase: Construção do pneu

Agora, a construção do pneu pode começar. Os vários produtos semiacabados agrupam-se na máquina de construção de pneus e são montados em algo que é conhecido como "pneu verde". Isto é realizado em duas fases: a carcaça e a montagem da banda de rodagem / correia. Este “pneu verde” é então pulverizado com um fluido especial que o prepara para a vulcanização.

4ª Fase: Vulcanização

Agora estamos na prensa de cura. Aqui, o pneu recebe a sua forma final após ser vulcanizado por um determinado período de tempo a uma determinada pressão e temperatura. Durante esse processo, a borracha em bruto torna-se numa borracha flexível e elástica. Os moldes da prensa de cura são gravados com o padrão do piso e as marcações nas paredes laterais.


5ª Fase: Controlo de qualidade

Cada fase individual da produção - desde a inspeção da matéria-prima até à entrega dos pneus acabados - está sujeita a um controlo de qualidade contínuo.

Um processo em várias instâncias garante que os pneus Continental são totalmente verificados quanto à qualidade. Os pneus acabados Continental passam por:

  • Inspeção visual
  • Raio-X
  • Várias verificações de uniformidade de pneus

Depois de os pneus serem aprovados em todas as verificações e inspeções, são enviados para o armazém de distribuição, para serem enviados.

Encontre o seu pneu

O caminho mais rápido para o pneu perfeito.

Os componentes dos pneus

Tire components

Uma perspetiva interior sobre os componentes que compõem os pneus modernos para automóveis

Ler mais

Mistura de pneus

The rubber hits the road. Continental makes tires with the highest quality materials for optimal driving performance.

De que são feitos os seus pneus?


Ler mais

Tipos de pneus