Produtos para Pesados

palco_mercadorias

Pneus para Mercadorias

Prémio GreenTec 2014 pela borracha de dente-de-leão

A Continental, fabricante de pneus e fornecedora do setor automóvel, e o Instituto Fraunhofer de Biologia Molecular e Ecologia Aplicada (IME) da Universidade de Münster foram galardoados com o Prémio GreenTec 2014 pelo projeto de desenvolvimento conjunto "RUBIN – Aplicação Industrial da Borracha Natural de Dente-de-Leão". Um painel de 60 jurados composto por especialistas da indústria, universidades, associações comerciais e comunicação social consideraram este projeto um exemplo notável de compromisso com o ambiente e tecnologia ambiental pioneira na categoria "Automobilidade". A cerimónia de entrega dos prémios decorreu em 4 de maio, em Munique, no início da IFAT, a principal feira comercial do mundo no domínio da tecnologia ambiental. Os Prémios GreenTec, que se dividem em 14 categorias, são os maiores prémios ambientais e comerciais da Europa, tendo sido atribuídos pela primeira vez em 2008.

"Congratulamo-nos com a atribuição deste prémio ao nosso projeto de borracha de dente-de-leão. A Continental está empenhada numa tecnologia muito promissora cujo pleno potencial só será conhecido ao longo dos próximos anos. Tendo em conta os níveis cada vez maiores de motorização em mercados em crescimento como, por exemplo, a Ásia, esperamos um aumento muito significativo da procura de borracha natural no futuro. Estamos convencidos de que a utilização de borracha da raiz do dente-de-leão tornará a nossa produção de pneus muito mais eficiente e sustentável", afirmou Nikolai Setzer, membro do Conselho de Administração da Continental e Diretor da Divisão de Pneus.

teaser_66w_image2

"No projeto RUBIN, estamos a trabalhar para conseguir uma solução viável do ponto de vista ecológico, económico e social para dar resposta a este crescimento da procura", acrescentou o Dr. Andreas Topp, Vice-Presidente da Continental responsável pelo Desenvolvimento de Materiais e Processos  e Industrialização de Pneus. A Continental e o IME estão neste momento concentrados na utilização industrial do Dente-de-Leão Russo, que, segundo dizem, é muito rico em borracha e não necessita de crescer num clima tropical como as árvores-da-borracha comuns. Esta planta pouco exigente pode ser cultivada em várias regiões temperadas em terras designadas por "marginais", ou seja, impossíveis de utilizar para fins agrícolas. Afirma Andreas Topp: "A borracha do dente-de-leão vai encurtar os itinerários de transporte para os nossos locais de produção e permitir dar resposta à crescente procura global de borracha sem sacrificar áreas mais valiosas de floresta tropical. Estes dois fatores terão um efeito positivo e sustentável na pegada de carbono e na biodiversidade a nível mundial."

Image

A Dra. Carla Recker, gestora do projeto e responsável pela química de materiais na Divisão de Pneus da Continental, salienta: "Além de ter persuadido o júri dos Prémios GreenTec, este impacto ambiental positivo também nos motiva e incentiva a trabalhar neste projeto complexo e de longo prazo." A Dra. Recker recebeu o prémio ao lado do Professor Dirk Prüfer, do IME Fraunhofer, em Munique perante 1000 convidados das áreas do comércio, desporto e entretenimento.