Produtos para Ligeiros / Van / 4x4

stage_image

Imprensa

Dia Mundial do Trânsito e da Cortesia ao Volante

05/05/2017
  • Estudo Continental Pneus: Dizer palavrões, gritar, fazer gestos, bater no volante ou buzinar são comportamentos frequentes nos condutores para expressar irritação
  • 27% dos condutores portugueses revela um comportamento agressivo e hostil em situações de stress ao volante
  • Condutores agressivos são os que frequentemente passam sinais vermelhos e utilizam o telemóvel sem sistema mãos livres

 

Portugal, 4 de maio de 2017 - No âmbito do projeto Visão Zero Acidentes – zero mortes, zero feridos graves e zero acidentes - a Continental, em parceria com o IPAM, desenvolveu um estudo junto de cerca de 1300 automobilistas que pretendia caracterizar o Comportamento de Condução dos Portugueses.

A propósito do Dia Mundial do Trânsito e da Cortesia ao Volante, que se assinala a 5 de maio, a Continental Pneus Portugal, apresenta alguns dos comportamentos mais frequentes dos automobilistas nacionais em situações de stress ao volante.


Ficha Técnica do Estudo

  • Universo
    Indivíduos de ambos os sexos, com 18 ou mais anos de idade, a residir em Portugal continental e Ilhas.
  • Amostra
    1285 inquéritos válidos.
  • Amostragem
    Não probabilística, por quotas. Quotas relativas à idade dos inquiridos. Distribuição Continente e Ilhas.
  • Coordenação
    IPAM - Profª. Doutora Sandra Gomes (Coordenadora)
    Prof. Doutor Filipe Sampaio Rodrigues
    Ana Cláudia Cunha


Da análise dos dados de comportamento medidos a partir da Escala DBS – Driven Behavior Scale -, em situações de stress ao volante que deixam o condutor ansioso, tenso ou desconfortável como reage o condutor português – permite-nos concluir que 27% dos condutores inquiridos revela um comportamento agressivo e hostil.

A demonstração de irritação para com os outros automobilistas é uma prática corrente nos condutores inquiridos, já que apenas 34,8% afirma nunca o fazer. Tentar encontrar maneira de demonstrar aos outros condutores que o estão a enervar é um comportamento que acontece com mais de 55% dos inquiridos.

Dizer palavrões enquanto conduz é um comportamento prevalecente nos condutores portugueses, sendo que a maioria dos inquiridos já o fez, sendo que 14% o faz de forma frequente e muito frequente.

Gritar com os outros condutores quando eles o deixam nervoso acontece frequentemente com 35% dos automobilistas.

O estudo permite-nos concluir também que mais de 26% dos inquiridos faz “gestos” para os condutores que o enervam. Bater no volante quando se está nervoso é um gesto que 34% dos inquiridos pratica.

Somente 31,8% dos inquiridos nunca buzinou aos condutores que o deixam nervoso. 30% fazem-no frequentemente ou muito frequentemente.

Os dados recolhidos permitem-nos ainda aferir que os condutores que mais se preocupam em manter um estilo de vida saudável são os que revelam menos tendência para a agressividade ao volante.

No lado oposto, os condutores que percecionam ter mais stress na sua actividade profissional são os que revelam mais comportamentos agressivos ao volante.

“No tema da prevenção da sinistralidade rodoviária, o comportamento dos condutores é, sem dúvida, um tema que necessita de maior estudo, de forma a produzir conclusões que possam ajudar a delinear estratégias que apoiem a tomada de decisões. Na Continental, e dado o nosso compromisso com a segurança rodoviária, o comportamento do condutor nas suas diversas variáveis é um tema que nos desperta especial interesse”, refere Pedro Teixeira, diretor geral da Continental Pneus Portugal.

Através da aplicação da Escala DBS – Driven Behavior Scale -, o estudo procurou perceber estilos comportamentais face a situações que provoquem alguma ansiedade na condução. Esta escala já testada em anteriores estudos internacionais tem permitido comprovar que existe uma relação direta entre a agressividade ao volante e o aumento de risco de acidente rodoviário. Estudos anteriores comprovaram também que estudos emocionais alterados poderão ser indutores de maior risco ao volante.


Mais informações sobre  o projeto Visão Zero Acidentes em:
www.continental-pneus.pt/ligeiros/empresa/visao-zero-acidentes


Visão Zero Acidentes

A mobilidade sem acidentes é o grande compromisso assumido pela Continental e o maior legado da empresa. A nossa visão é a de um futuro sem mortos, sem feridos e sem acidentes nas estradas. A Continental desenvolve tecnologias inteligentes para o transporte de pessoas, sendo um fornecedor de confiança no sector automóvel, desenvolvendo soluções sustentáveis, seguras, confortáveis e acessíveis. Para podermos concretizar a nossa visão temos que entender o condutor, as suas fraquezas e as suas forças, e conceber soluções que tornem a mobilidade mais segura.

Continental Pneus Portugal (CPP)

A Continental Pneus Portugal (CPP) é, desde 2013, líder de mercado no segmento de pneus ligeiros. Responsável pela comercialização e distribuição de 11 marcas do universo Continental, nos segmentos ligeiros, pesados e industriais, - das quais se destacam a Continental, a Uniroyal, a Mabor e a Barum.

Continental AG

A Continental desenvolve tecnologias inteligentes para o transporte de pessoas e mercadorias. Fundada em 1871, a empresa tecnológica fornece soluções sustentáveis, seguras, inteligentes e acessíveis para veículos, máquinas, trânsito e transportes. Em 2016, a Continental alcançou valores de vendas de 40.5 mil milhões de euros e emprega cerca de 227 mil pessoas em 56 países.

Contacto
Dina Coelho

Agência de Relações Públicas

QI Porto de Ideias

Rua João de Deus nº 6 - Sala 307

4100-456 Porto

+351 918 788 654

Este website utiliza cookies para lhe proporcionar a melhor experiência. Descubra mais aqui